quinta-feira, 3 de abril de 2014

Poema do dia

Todos os dias iniciamos com a leitura de alguma coisa: um poema, um trava-língua, uma adivinha, uma anedota...
Hoje a Carolina Pinto leu-nos um poema muito bonito de António Mota que é mesmo apropriado tendo em conta o tempo que faz lá fora...


Chove chuva


Chove  chove
chuva chove
Chove chuva
chove cá.
Já choveu
uma chuvada
numa chávena de chá.

Numa chávena de chá
numa chávena chinesa
chove chuva
chuva chove
no chá da dona Teresa
Chove  chuva 
chuva chove.

Chove chuva
chove cá.
Já estou farto de chuva.
Quero tomar um chá.

Se tu visses o que eu vi, António Mota

Sem comentários:

Enviar um comentário

.

baixo