sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Poema da tabuada do 4



O poema da Tabuada do dois de José Pedro Mésseder, in "Versos com Reversos", deu-nos vontade de construir um para a tabuada do 4! Aqui estão alguns desses poemas:

Quatro vezes um quatro.
Logo à noite vou ao teatro.

Quatro vezes dois oito.
O Lionel comeu um biscoito.

Quatro vezes três doze.
Doze mais dois é igual a catorze.

Quatro vezes quatro dezasseis.
A Rafaela tem muitos anéis.

Quatro vezes cinco vinte.
A casa da minha tia é um requinte.

Quatro vezes seis vinte e quatro.
P Rui viu na televisão um teleteatro.

Quatro vezes sete vinte e oito.
A Inês já sabe contar até dezoito.

Quatro vezes oito trinta e dois.
O Tomás caiu, pois, pois!

Quatro vezes nove trinta e seis.
A Laura faz arte com tinta e pincéis.

Quatro vezes dez quarenta.
Se somares dez ao quarenta dá-te cinquenta.

Maria João Vieira

Quatro vezes um quatro.
Logo à noite vou ao teatro.

Quatro vezes dois oito.
Comi mais um biscoito.

Quatro vezes três doze.
A batata coze.

Quatro vezes quatro dezasseis.
Comi todos os pastéis.

Quatro vezes cinco vinte.
Já fizemos o seguinte.

Quatro vezes seis vinte e quatro.
Volto a ir ao teatro.

Quatro vezes sete vinte e oito.
E lá vai mais um biscoito.

Quatro vezes oito trinta e dois.
E mais outro depois.

Quatro vezes nove trinta e seis.
E mais uma dúzia de pastéis.

Quatro vezes dez quarenta.
E a barriga já rebenta!

Joana Azevedo


Quatro vezes zero zero.
Bolachas eu quero.

Quatro vezes um quatro.
O João calçou o sapato.

Quatro vezes dois oito.
Leite com biscoito.

Quatro vezes três doze.
Mais dois dá catorze.

Quatro vezes quatro dezasseis.
Li uma história de reis.

Quatro vezes cinco vinte.
Vai para a página seguinte.

Quatro vezes seis vinte e quatro.
O meu pais é o Renato.

Quatro vezes sete vinte e oito.
Na cama eu pernoito.

Quatro vezes oito trinta e dois.
Morreram as vacas, ficaram os bois.

Quatro vezes nove trinta e seis.
A Laura comeu pastéis.

Quatro vezes dez quarenta.
O Martim usou a sebenta.




Sem comentários:

Enviar um comentário

.

baixo