sábado, 4 de outubro de 2014

Poemas de outono




No outono
Caem muitas folhas
No outono
há muitas molhas.

No outono 
há muitas bolotas
No outono 
há muitas compotas.

Laura

No outono
castanhas vou assar
vinho doce vou beber
e folhas bonitas vou pintar.

O outono
tem folhas bonitas
as folhas caem
e lá vou eu comer castanhitas.

Paulo 

No S. Martinho
bebemos vinho
castanhas e compotas
e também apanhamos bolotas.

E vem a chuva
que não nos agrada nada
mas o que nos interessa
é a festa pegada!

Joana Barbosa

O outono está a chegar
e castanhas vamos assar
vindimas vamos fazer
e o vinho doce vamos beber.

Docinhos vamos comer
até mais não querer
chuva vai cair
e não nos vamos divertir.

Carolina Pinto

No São Martinho
comemos compotas
e vinho
caem bolotas!
O vento vem
e o frio também.

Joana Íris

As castanhas vão para o forno
O forno é quentinho
Quentinho não é o tempo
No tempo há vento.

As folhas caem
No outono há uvas boas
Boas são as uvas
Com as uvas faz-se o vinho.

Rafaela

No outono caem
muitas folhas
No outono
Há muitas molhas.

No outono vestimos
Roupas quentinhas
No outono, cachecol,
gorro, calças e botinhas.

Maria João

No outono as folhas caem
caem amarelas, laranjas, vermelhas e castanhas
castanhas também são as castanhas saborosas
saborosas também são as uvas.

Filipa 

O outono tem folhas
E frutos bonitos
Saborosas castanhas
e lindos ouriços.

Sofia

É outono, que cheirinho
a marmelada
Vão cair as folhas
debaixo da ramada.

As vindimas vão começar
para o vinho doce crescer.
Para acompanhar com as castanhas
o vinho doce vamos beber.

Leonor

No outono festejamos o São Martinho
São Martinho tem uma lenda
A lenda tem um pobre
O pobre estava com frio
O frio traz a chuva
Na chuva está o mendigo do São Martinho
São Martinho cortou a capa
A capa deu ao pobre
E o pobre ficou feliz
Ficou feliz e veio o sol...

Lionel

Sem comentários:

Enviar um comentário

.

baixo